Cleptomania

dezembro 20, 2010 às 5:18 pm | Publicado em Falando de Saúde | Deixe um comentário

É mais comum entre as mulheres, trata-se de uma perturbação mental, muito rara, cuja principal característica é a incapacidade recorrente de controlar os impulsos para furtar objectos de que não se necessita (e que poderiam inclusivamente ser comprados) ou que não possuem valor. É frequente os indivíduos – que têm consciência de que o que fazem não é correcto, os cleptomaníacos sentem-se deprimidos, culpam-se e têm medo de ser presos. As causas desta perturbação são pouco conhecidas, mas acredita-se que haja uma relação entre a doença e as alterações da serotonina, um neurotransmissor do sistema nervoso central. O tratamento passa pela psicoterapia, terapia familiar e pela administração de antidepressivos.

Anúncios

Cirrose hepática

dezembro 3, 2010 às 5:22 pm | Publicado em Falando de Saúde | Deixe um comentário

 

 Consumo excessivo de álcool, doenças como a Hepatite C e B, diabetes, desnutrição e excesso de ferro, perturbações cardíacas e vasculares encontram-se entre as principais causas de cirrose hepática que consiste na destruição e desorganização do tecido do fígado. É comum durante anos a doença não revelar sintomas. Estes podem ser fraqueza, inchaço das pernas, vómitos com sangue, icterícia, perda de peso, náuseas, impotência, redução da líbido e aumento do volume abdominal, entre outros. Para a sua prevenção recomenda-se a ingestão moderada de bebidas alcoólicas e o não consumo de drogas, já que a partilha de agulhas está associada à transmissão de Hepatite C e B.

Catarata

novembro 30, 2010 às 8:49 pm | Publicado em Falando de Saúde | Deixe um comentário

Névoa no cristalino do olho que origina perda progressiva de visão sem que haja dor.É mais comum entre os idosos, sendo raro surgir no imediato após o nascimento – cataratas congénitas.O risco de se ter cataratas, que podem ter uma componente hereditária, é potenciado por lesões oculares, tabagismo, alguns medicamentos, substâncias tóxicas, diabetes e exposição excessiva aos raios ultravioleta.

Bulimia

novembro 15, 2010 às 9:20 pm | Publicado em Falando de Saúde | Deixe um comentário

Doença do comportamento alimentar que se caracteriza por uma ingestão incontrolável de alimentos – apetite voraz – num curto espaço de tempo seguida pelo vómito provocado ou pelo uso de laxantes, na tentativa de evitar o exagero cometido. Afecta principalmente jovens do sexo feminino.

Bruxismo!

agosto 4, 2010 às 6:30 pm | Publicado em Falando de Saúde | Deixe um comentário

Comportamento inconsciente que consiste no hábito de ranger e friccionar os dentes e que se acredita estar ligado à ansiedade e ao stress, bem como à forma como os dentes se ajustam. Calcula-se que cerca de quinze por cento da população sofra de bruxismo que ocorre mais frequentemente durante o sono, podendo piorar depois da ingestão de bebidas alcoólicas. Os indivíduos podem sentir dores no maxilar inferior, ouvidos e cabeça, cansaço nos músculos da face e dentes sensíveis. O doente pode apresentar danos no esmalte ou mesmo falta de dentes. Se não for tratado, o bruxismo pode derivar na perda de dentes ou disfunção dos maxilares.
O tratamento consiste principalmente na utilização de um protector nocturno bucal.

Acne!

julho 30, 2010 às 9:35 pm | Publicado em Falando de Saúde | Deixe um comentário
É uma doença inflamatória da pele em que as secreções das glândulas sebáceas – sebo – são produzidas em excesso e retidas na pele. As bactérias multiplicam-se e libertam enzimas que alteram e provocam a inflamação do sebo. Calcula-se que oitenta por cento dos indivíduos, entre os doze e os vinte e quatro anos tenha acne. Mas pode surgir na idade adulta, sendo o sexo feminino o mais afectado. O stress pode estar na sua origem (já que promove uma maior actividade das glândulas sebáceas) ou agravá-la, pois aumenta a tendência do indivíduo para espremer ou coçar borbulhas. A interrupção da «pílula» convencional também pode provocar o seu aparecimento.

Alzheimer

julho 21, 2010 às 4:37 pm | Publicado em Falando de Saúde | Deixe um comentário

 Forma de degenerescência cerebral, em que as faculdades cognitivas são afectadas e se deterioram de forma progressiva. Esta forma de demência caracteriza-se pela morte das células cerebrais associada a uma diminuição da capacidade dos neurotransmissores de passarem informações, o que sucede gradualmente. A memória é afectada (os esquecimentos acentuam-se e perde-se a noção do espaço e tempo), o indivíduo fica desorientado (pode por exemplo perder-se) e confuso. Deixa de se reconhecer a si próprio ou mesmo rostos familiares. Incontinência urinária e alterações do sono também são sintomas. A esperança de vida do doente, geralmente apático e acamado, é de sete anos.

Ataque de pânico!

julho 15, 2010 às 5:53 pm | Publicado em Falando de Saúde | Deixe um comentário
Curto período em que, de forma súbita, se inicia apreensão intensa, medo ou terror, associados muitas vezes à sensação de que algo catastrófico vai acontecer. Durante o ataque, surgem palpitações, sente-se falta de ar, ritmo cardíaco acelerado, suores, desconforto ou dor no peito ou a sensação de sufoco. Formigueiro ou dormência, sentir frio ou calor, tremores, náuseas ou mal-estar abdominal, tonturas, desequilíbrio, sensação de desmaio, de irrealidade, despersonalização, assim como o medo de perder o controlo, de enlouquecer ou de morrer também são sintomas que denunciam o ataque de pânico.

Apneia do sono!

julho 8, 2010 às 9:22 pm | Publicado em Falando de Saúde | Deixe um comentário
 
 
 
Patologia associada a paragens frequentes da respiração durante o sono. Destacam-se como sintomas desta doença: ressonar, sono agitado, suar durante a noite, sonolência diurna e micções nocturnas frequentes. O facto do indivíduo se levantar com sensação de cansaço e dores de cabeça, ter a boca seca e se sentir fatigado durante o dia também são sinais desta doença. A apneia do sono acarreta perigos como a hipertensão arterial, alterações do ritmo cardíaco e doenças vasculares. Perturbação da memória e concentração, irritabilidade, depressão, impotência e outros problemas sexuais estão também associados. Devido à sonolência diurna, os doentes correm ainda o risco de ter acidentes de trabalho e de viação.


Entries e comentários feeds.